SÍTIO SUSTENTÁVEL

Como fazer um Projeto de um Sítio Sustentável?

Quais são as Soluções Ecoeficientes para um Sítio?

Com mais de 10 anos de experiência no mercado enxergamos demandas similares de clientes e tendências para uma transformação da vida urbana para a vida rural.

Afim de colaborar para dar visibilidade para esse movimento, criamos esse artigo para compartilhar um pouco de nosso aprendizado e apresentar o que observamos que buscam as pessoas e quais as possibilidades que encontramos do mercado.

Introdução:

Os malefícios da poluição, consumo e estilo de vida das grandes cidades estão cada vez mais prejudicando a qualidade de vida de seus habitantes, e esses por sua vez buscam cada vez mais transformar seu estilo de vida para algo mais natural.

Casais com recém-nascidos são o público de maior destaque. Eles buscam entregar o melhor para seus filhos e notam que em uma zona rural ele terá diversos benefícios.

Eles sonham com terrenos com belezas naturais e um estilo de vida mais saudável em meio a natureza com a sua família.

Mas a questão financeira sempre é um ponto importante a ser analisado. Considerando que a pessoa está saindo de um emprego na cidade e agora ela precisa ter uma nova renda para manter sua vida na Zona Rural.

Listamos o que observamos como as principais fontes de renda para um Sítio Sustentável:

Airbnb Sustentável – Construir chalés ecológicos e receber turistas/hóspedes do aplicativo AIRBNB ou similares.

Espaço para Cursos/Eventos – Um galpão central multifuncional, que possa receber atividades relacionadas com o estilo do sítio em forma de: palestras, feiras, terapias, apresentações e cursos e workshops em geral.

Alimentação – Cozinha e área para refeitório/restaurante/bar/cafeteria.

Loja/Mercado – Aproveitando o fluxo de pessoas montam um comércio com produtos produzidos no local e de da produtores região que fazem parcerias a para distribuir seus produtos.

Arrendamento de áreas para Produtores Ecológicos Locais – Encontrar bons parceiros na região para te ajudarem a aproveitar seu terreno implantando sistemas produtivos que ele alugue o espaço ou compartilhe a produção. Por exemplo: Cultivo de Shitake, Cultivo de Hortaliças, Produção e tratamento de bambú, Criação de Animais, Marcenaria, entre outros.

Loteamento para Residências – Planejar um loteamento e vender áreas para outras famílias também viverem no local.

Com uma combinação dessas alternativas financeiras, essa transição de vida se torna viável financeiramente!

Já existem muitas pessoas vivendo essa transformação de sair de empregos tradicionais em grandes cidades e buscando uma vida nova no campo.

No interior de São Paulo aos poucos vão se desenvolvendo regiões onde já existem diferentes sítios ecológicos, e eles se relacionam entre si, potencializando os benefícios. Eles compartilham seus excedentes e habilidades, e assim, criam uma região cada vez mais sustentável. É o caso das regiões de Piracaia no interior de São Paulo, Nova Friburgo no Rio de Janeiro e em Alto Paraíso em Goiás.

As Soluções Ecoeficientes para um Sítio Ecológico.

Quanto mais Soluções Ecoeficientes um Sítio tiver é melhor. O importante é sempre buscar fechar os ciclos, ou seja que o recurso seja proveniente do próprio local.

Listamos aqui abaixo as que consideramos as principais Soluções que devem ser pensadas.

  • Um Projeto de Arquitetura e Paisagem que integre as construções da forma mais eficiente entre si e com o clima através de planejamentos bioclimáticos e estudos de fluxos de pessoas e recursos.

  • Um espaço produtivo que produza: água, energia e alimento.

  • Um planejamento onde os resíduos viram recursos a partir de sistemas de tratamento de resíduos: Sólidos (Papel, Plástico, Vidro Metais), líquidos ( Água Cinza e Água de Esgoto) e orgânicos ( restos de alimentos e podas).

  • E assim quanto possível ajudam a regenerar o ecossistema local.

  • Que promova a educação, valorização, saúde e segurança da comunidade local e seus aspectos culturais.

Vamos compartilhar aqui abaixo os principais pontos que devem ser avaliados para o Planejamento do seu Sítio Sustentável.

Não conseguiremos, apenas neste artigo, ensinar cada uma dessas técnicas específicamente. Mas esperamos que essa leitura sirva para te ajudar a não deixar escapar pontos importantes, a enxergar caminhos para essa transição e aspectos de planejamento que merecem atenção especial.

Ao clicar nas palavras destacadas com links, você será direcionado a outros conteúdos de nosso site para aprofundar suas pesquisas.

As Soluções Ecoeficientes para um Sítio Sustentável são organizadas em:

  • Água

  • Energia

  • Produção de Alimentos

  • Regeneração da Vegetação

  • Urbanismo e Arquitetura

  • Materiais e Sistemas Construtivos

  • Tratamento de Resíduos

  • Educação Ambiental

  • Integração da Cultura e Comunidade Local

 

Vamos descrever aqui abaixo aqui algumas linhas de cada tema:

 

Sobre Água

A questão da água vamos pensar em 3 fases: captação, uso e tratamento.

Para a Captação de água, além da conexão com a Rede Pública, são pensados sistemas como:

Poço Artesiano e Captação da Água da Chuva que cai sobre o telhado e sobre o terreno.

Rede Pública e Poço Artesiano

O local pode ter fornecimento de água da rede municipal. Ou pode ser feito um poço artesiano, uma perfuração no solo até o lençol freático. É instalado um tubo que traz a água do subsolo para a superfície.

Utilização Recomendada: Por muitas vezes se tratar de uma água pura ela deve ser direcionada para cozinha, chuveiro e pias do banheiro. Usos considerados potáveis pois terão contato com a boca.

Captação de Água da chuva de Telhado

A água do telhado é captada pelas calhas e direcionada até um reservatório (cisterna)

Utilização Recomendada: Por conta dos poluentes da atmosfera essa água da chuva não é potável e deve ser direcionada para usos não potáveis como: Banheiro, Lavagens e Irrigação.

Captação de Água do terreno

São criadas valetas para drenar e direcionar a água da chuva que cai no relevo para reservatórios (cisternas subterrâneas)

Utilização Recomendada: Essa Água pode ser utilizada para Irrigação e lavagens de grandes áreas.

Ou seja, essas águas tem qualidades diferentes e devem ir cada uma para seu uso mais adequado.

Uso

Os pontos que devem ser analisados para ter um uso sustentável da água é economizar e quando utilizar, não contaminar com químicos.

Para economizar podemos:

Ter um visualizador com fácil acesso do relógio de consumo, e  assim poder analisar os níveis de consumo periódicamente, facilitando o entendimento dos volumes em cada usos e possibilitando informações para que outras medidas de economia sejam tomadas.

Utilizar válvulas com acionamento temporizado para evitar desperdício. Instalar redutores de pressão e arejadores de torneiras.

Sistemas de Irrigação Eficientes, com temporizadores, gotejamentos e Subirrigação.

Utilizar Banheiro Seco. Um sistema de Vaso Sanitário que não utiliza água. As fezes entram em um compartimento onde ficam acumuladas e se compostam naturalmente com o tempo produzindo fertilizantes para as plantas.

Distribuição desses pontos pelo terreno, com um fluxo pela força da gravidade, sempre em relação ao declive e economizando o máximo de material. Quando não for possível devem ser utilizadas bombas hidráulicas solares.

Tratamentos

Cada tipo de água deve ser tratada de uma forma de acordo com o tipo de contaminação, por isso separamos a água cinza, da água de esgoto.

Água Cinza

Proveniente de água de banho, de pia e ralos.

Tratamento: pode ser feito com plantas filtrantes em sistemas de filtros biológicos como o Círculo de Bananeiras, sistemas que funcionam como tanques/canteiros interligados de plantas aquáticas que recebem a água cinza. As raizes das plantas vão purificando essa água de tanque a tanque.

Água de Esgoto

Proveniente de vasos sanitários.

Tratamento: pode ser feitos Bacias de Evapo Transpiração BET, Biodigestores que transformam essa água em Biogás e Biofertilizante ou Fossas Ecológicas

Considerando esses tratamentos para a não utilização de químicos de cosméticos convencionais.

E caso exista alguma contaminação ou não conseguir algum tratamento, ou um caso inviável de resolver , você pode armazenar e destinar essa a um centro de tratamento.

Sobre a Energia

Para Energia temos também que pensar que existem tipos diferentes tipos de energia e cada uma tem uma utilização mais conveniente.

Climatização

Devem ser utilizadas estratégias bioclimáticas que utilizam as forças climáticas de temperaturas, Sol, umidade e ventos, e da inércia térmica dos materiais e desenhos de fluxos de ar para garantir o conforto naturalmente.

Iluminação Externa

Podem ser utilizado o Poste Solar , um poste com uma luminária LED, com Pequenas Placas Fotovoltaicas incluídas e bateria, formando um sistema autônomo que dispensa fiação.

No caso de utilização de bombas hidráulicas elas também podem ser nesse sistema autônomo fotovoltaico.

Iluminação e Energia Interna

Sistemas de Placas Fotovoltaicas no telhado da construção ligados a Baterias que distribuem a energia pela casa conforme necessidade. É possível também conectar a energia gerada diretamente na rede pública em troca de créditos para serem usados conforme sua necessidade e assim dispensando o uso de baterias.

Aquecimento de Água

Devem ser utilizados sistemas de painéis solares de Aquecimento de água, para chuveiros e piscinas. Esses equipamentos tem um custo bastante acessível e podem lhe fornecer água quente sem consumir energia elétrica, usando diretamente o calor.

Forno e Desidratador Solar

Podem ser implantados o Forno Solar , sistemas de cozimento e desidratação a partir do calor do Sol.

Biogás

Sistemas que geram Biogás para um fogão e Biofertilizante a partir de resíduos orgânicos.

Sobre o Tratamento de Resíduos

O resíduo deve virar recurso integrando eles em sistemas de tratamento para água, compostagem e reciclagem.

Ao estudar conceitos de Agricultura Sintrópica você vai descobrir como seus resíduos orgânicos e a biomassa se transformam em energia para o desenvolvimento do ecossistema.

Sobre a Produção de Alimentos

Deve ser planejado uma forma de integrar o terreno ao desenvolvimento do ecossistema nativo de forma que os usuários possam desenvolver suas atividades com conforto e segurança.

São muitos os benefícios do cultivo de alimentos.

Temos 3 tipos principais de zonas de plantio: próximo a casa, longe da casa e entre essas áreas.

Na área mais afastada da casa é realizado um reflorestamento nativo que crie um cinturão de proteção para a área de proteção permanente (APP).

Bem próximos da Casa devem estar canteiros de hortículas, verduras e ervas medicinais.

Entre essas áreas devem ser desenvolvidos SAF´s Sistemas Agroflorestais.

Sobre a Regeneração da Vegetação

Deve ser analisado em qual zoneamento e contexto ambiental o terreno esta situado. Analisar questões como por exemplo:

Está em uma área de preservação?
Como é o relevo do terreno?
Está próximo córregos, lagos, lencóis freáticos?
Qual a situação da preservação da fauna e flora nativos?
O que pode ser feito para melhorar essa situação?

A partir disso são definidas áreas de proteção, corredores ecológicos e outras ações para ajudar a preservar e promover a biodiversidade.

Sobre o Urbanismo e Arquitetura

Deve ser elaborado um Projeto que promova o bom desenvolvimento dos usos e atividades que serão realizadas, com estratégias para o melhor aproveitamento do  relevo, do clima, da vegetação. De forma que a implantação dessas construções no terreno intervenha o mínimo na paisagem natural e promova o conforto e viabilidade necessária para os usos. Esses locais, tipologias e orientações devem ser definidos após um estudo Bioclimático e técnicas de Arquitetura Passiva.

Veja um vídeo sobre: O que uma casa precisa para ser sustentável?

Veja um Guia das Soluções Ecoeficientes para a Arquitetura

Sobre os Materiais e Sistemas Construtivos

Os Materiais a serem utilizados de forma que a casa seja durável, confortável e não contamine indiretamente para a poluição em todo seu ciclo de vida. devem levar em conta os seguintes aspectos:

  • Esta consumindo o mínimo de material e energia para essa função.

  • Qual a manutenção desse material?

  • Esse material é natural ou reciclado?

  • De onde vem esse material?

  • Como é o processo de produção desse material?

  • Como vão descartar esse material se a casa for demolida ou reformada?

Sobre a Educação Local

A Educação Ambiental deve estar presente com:

  • Espaço para projetos e canteiros experimentais.

  • Painéis Informativos das Soluções Integradas.

  • Oficinas para visitantes, funcionários, parceiros e comunidade local.

 

Sobre a Valorização da Cultura Local

Deve ser analisado a história do local e seu contexto atual. As tradições não são existem à toa. Normalmente se estabeleceram como tradições por serem o método mais adequado para o local. E já existem anos de experiência que devem sempre ser estudados.

 O uso de materiais e utilidades de trabalhos tradicionais também tem mais chances de dar certo.

—————————————————————————————————–

Conclusão:

Em cada categoria mencionada, deve-se passar um tempo no local, analisando a vizinhança, clima, fauna, flora e encontrar quais são todos os fatores condicionantes do projeto, ou seja, todos os pontos críticos a serem melhorados e os pontos positivos a serem otimizados.

Só a partir dessa holística análise, vão ser pensados como essas soluções serão implantadas. Ou seja, não existe a melhor solução ecoeficiente, cada solução tem seus benefícios de acordo com o local de sua aplicação. Pode ter uma caso que uma solução ajude muito em determinada situação e em outro caso a mesma solução pode não ser tão conveniente.

Devem ser respeitadas todas as fases para elaboração desse Projeto de Sítio Sustentável, um tempo para o Levantamento dos dados, Estudos de Viabilidade, Estudo Preliminares, e Anteprojetos, Orçamentos, Projeto Definitivo e Adequações durante a obra.

Para facilitar, deve ser estabelecido um plano de implantação do Sítio Sustentável por etapas. De forma que se aproveite da melhor forma a contratação da mão de obra e compras de materiais de acordo com a disponibilidade financeira do cliente e viabilidade das monetizações ensaiadas.

 

Conte com a Ecoeficientes para te ajudar a elaborar um projeto para seu Sítio Sustentável.

Entre em contato via e-mail: contato@ecoeficientes.com.br

Rafael Loschiavo
Redação Ecoeficientes

 

Veja também os artigos: Restaurante Sustentável

Deixe seu comentário: