Confira a entrevista exclusiva com o André Soares do IPEC

André Soares é construtor natural, permacultor, designer e educador. Fundou o Instituto de Permacultura em Queensland na Austrália e em 1997 retorno ao Brasil para trabalhar no programa da ONU para o desenvolvimento sustentável. Sendo coordenador nacional do programa, André Soares capacitou mais de 2000 designers pelo Brasil, tendo grande influência no desenvolvimento da Permacultura Brasileira. Em julho de 1998 foi co-fundador do Ecocentro IPEC que é hoje o maior centro de referência em sustentabilidade da América Latina. Atualmente André Soares tem como objetivo aumentar o número de parcerias do Ecocentro IPEC e capacitar as empresas brasileiras com o desenvolvimento sustentável, fazendo com que estas preocupem mais com o impacto de suas atividades no meio ambiente e ao mesmo tempo implante tecnologias sociais em seus sistemas operacionais. Considerado uma das 50 pessoas mais influentes do meio-ambiente no Brasil, André Soares desenvolveu diversos projetos e empreendimentos no terceiro setor como líder na Fundação Avina. O design da Ecovila Santa Branca é um dos recentes resultados de André Soares. No momento esta atuando no Brasil, na Europa e na Oceania para a criaçâo de mega-eventos de mudança de cultura.

 

Confira abaixo a entrevista de André Soares ao Portal Ecoeficientes:

 

– Como voce ve a situação da permacultura na sua zona de atuação na atualidade?
Se existe alguma ferramenta indispensável para a construçāo sustentável, seria o pensamento sustentável. Nāo poderemos ir muito mais longe como sociedade se nāo desenvolvermos uma forma de pensar que conduza para a sustentabilidade. Até agora, o pensamento dominante é o consumo, baseado em premissas falsas da economia. A Permacultura é a estratégia mais eficiente que existe para desenvolver mais rapidamente esta forma de pensamento.
– No seu ponto de vista, qual seria a principal solução alternativa da permacultura para as grandes metrópoles?
A Permacultura nāo trabalha com receitas prontas, pois nāo existem dois problemas iguais, ou duas metrópoles com os mesmos problemas. A cidade concentra a maior parte das pessoas. As pessoas, seu trabalho e suas idéias sāo os maiores recursos das cidades. A Permacultura ensina a aproveitar os recursos da forma mais eficiente. Portanto, a maior oportunidade para construir um futuro sustentável está nas zonas metropolitanas. O necessário é mudar o foco do problema para a oportunidade.
 – Como podemos mudar o pensamento das pessoas em geral para fazer-los praticar mais permacultura em suas casas?
Nāo se muda o pensamento de ninguém. Quem muda alguma coisa já estava pensando diferente antes. O que pode ser feito é aproximar as centenas de milhares de pessoas que já pensam diferente. Aqueles que já estāo insatisfeitos com o atual estado das coisas sāo muitos. Nāo é necessário converter ninguém, apenas dar oportunidade para que as alternativas se manifestem em açōes práticas e concretas de mudança para uma cultura de responsabilidade que irá substituir a atual.

 

 

Arq. Rafael Loschiavo

Redação Ecoeficientes

 

anuncio para comprar kit de aquaponia de hidroponia e pscicultura em uma grande horta

 

Deixe seu comentário: