Residência Ecoeficiente em Lisboa

 

Em meio ao movimento urbano, essa residência em Lisboa foi concebida como um jardim vertical. Além de uma piscina em sua cobertura, a casa de três andares tem em sua fachada vinte e cinco espécies diferentes de plantas ibéricas e mediterrâneas.

As diferentes fragrâncias espalhadas se misturam deixando a casa perfumada.Na piscina o aroma é do açafrão, no quarto é lavanda e na sala de estar é alecrim.

O projeto mantém os princípios de uma casa típica de estar, assumindo um papel urbano revitalizante em sua relação com o exterior, de modo que a parede verde cria uma ligação única com a natureza e uma atmosfera inesperada.

Projetada pelos arquitetos portugueses Luís Rebelo de Andrade, Tiago Rebelo de Andrade e Manuel Cachão Tojal, a casa, além de ser um exemplo de sustentabilidade, é como se fosse um pequeno pulmão para a cidade de Lisboa.

Saiba mais sobre o projeto

 

Ana Clara Zorowich
Redação Ecoeficientes

 

Deixe seu comentário: