Geotermia, incidência solar e efeito estufa para controlar a temperatura dessa residência.

Esta residência localizada em Hyogo, Japão tem o seu térreo metade sob a terra para que ela ajude a manter a temperatura interna. Este é o efeito da geotermia para os ambientes: devido ao uso do contato com o subsolo, a temperatura se mantém amena, fato que ocorre devido à inércia térmica da terra.

Entre os 2 níveis da casa existem aberturas nos pisos que, além de levarem a luz natural ao nível inferior, fazem com que o calor da residência seja acumulado no nível superior pelo efeito estufa. Existem aberturas reguláveis no teto que possibilitam que o efeito estufa vire uma ventilação natural além de cortinas para tapar a entrada de sol como formas para evitar o sobreaquecimento no verão.

A casa tem suas paredes e coberturas produzidas com um sistema sanduíche de painéis de policarbonato ondulado “recheados” de isolante térmico, feitos a patir da reciclagem de garrafas PET.

A obra desenvolvida pelo escritório de arquitetura Yo Shimada para um casal com 2 filhos, faz também uma referencia estética às estufas do passado agrícola da região.

 

Rafael Loschiavo

Redação Ecoeficientes

 

Painel fotovoltaico à venda na internet

Deixe seu comentário: