Tijolos de sangue animal

O dos recursos renováveis para a construção civíl ​​pode ser … sangue. Com certeza soa assustador, mas em um recente projeto de pós-graduação Jack Munro desenvolveu um plano para fazer tijolos do sangue de animais abatidos.

“O sangue animal é um dos resíduos mais prolíficos do mundo”, escreve Munro em seu site. “O sangue drenado de carcaças de animais é geralmente jogado fora ou incinerado, apesar de ser um produto potencialmente útil”.

Enquanto ainda era estudante da Universidade de Westminster, em Londres, Munro cogitou a hipótese de que o sangue animal poderia ser usado para construir edifícios em áreas subdesenvolvidas que não possuem materiais mais tradicionais para a construção.

bloco_de_sangue_construcao_sustantavel_02

Para testar sua teoria, o então recém-graduado Munro coletou sangue de quatro vacas, acrescentou um agente antibacteriano para manter afastados fungos e misturou à solução algumas substâncias, como areia. Depois, Munro verteu a mistura em uma forma para e cozinhar. Para sua alegria, não demorou muito para que os elementos  coagulassem. De acordo com Co.Design rápido, o o jovem Jack Munro foi bem sucedido em fazer cola impermeável e tijolos com esta solução, embora os tijolos não sejam fortes o suficiente para comporem a estrutura de uma construção.

Para sua tese de pós-graduação, Munro apresentou um projeto para uma comunidade de fabricação de tijolos em Siwa, no Egito, uma área que sofreu de danos da chuva e poderiam se beneficiar de materiais de construção à prova d’água.

A proposta completa de Munro pode ser conferida aqui .

 

 

Rafael Loschiavo

Redação Ecoeficientes

Deixe seu comentário: