Telhados verdes são alternativa sustentável e agregam beleza às residências

Cobertura auxiliar na climatização de ambientes e atrai diferentes espécies de pássaros.

Telhado-verde-arquitetoCobertura pode receber diferentes tipos de vegetação, de acordo com sua estrutura

(Foto: Ecoeficientes)

Ter uma casa com ambiente permanentemente climatizado, contribuir para a melhora da qualidade do ar, atrair pássaros, além de dar mais beleza ao imóvel são benefícios que têm cativado moradores de casas a instalar telhados verdes.

De acordo com a professora Adriana Mikulaschek, da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás (UFG), a contribuição para um ar de melhor qualidade ocorre pela captação de partículas suspensas no meio ambiente.

“Com a presença da água, juntamente com o solo e compostos orgânicos, temos um aumento da biotividade dos microorganismos, provocando uma redução da temperatura”, explica.

A empresária Maria Cristina Miranda, de 67 anos, optou há dois anos pela instalação de uma laje verde. “Eu soube dos benefícios e resolvi instalar. Foi uma ótima decisão”, afirmou ela, que aproveitou a cobertura verde para fazer uma pequena horta.

“Sempre tem pássaros cercando a casa e os ambientes internos ficam muito agradáveis. Passei até a me sentir mais disposta”, conta Maria Cristina. Na horta, a empresária já colheu alecrim, tomilho, guaco, cenoura, alface e até laranja kinkan.

Segundo o arquiteto mestre em bioclimática Rafael Loschiavo, proprietário da empresa de construção sustentável Ecoeficientes, já foi possível constatar uma procura maior por telhados verdes.

“Há técnicas diferentes, tanto para lajes quanto para coberturas de telhas. E há uma variedade de tipos de vegetação. A escolha vai depender da estrutura da cobertura”, explica o especialista.

Como implementar um telhado verde

Loschiavo afirma que o primeiro passo para que uma casa receba um telhado verde é a avaliação da cobertura por meio de um cálculo estrutural. “Assim, é possível identificar que peso a estrutura suporta”, diz.

A laje deve ser impermeabilizada, para que não haja infiltrações. Para quem quer fazer o próprio telhado verde, Loschiavo explica que há a opção artesanal, mas, ainda que seja feito de forma autônoma, é imprescindível que um profissional faça os cálculos estruturais antes.

“Para fazer à mão é preciso de 2% de inclinação da laje, uma camada de oito centímetros de argila expandida, em seguida uma manta geotêxtil e mais oito centímetros de substrato (terra com nutrientes)”, ensina o arquiteto. Feito o processo, basta aplicar a grama e fazer o plantio da vegetação, de acordo com a capacidade da cobertura.

De acordo com Loschiavo, há outras formas de instalação oferecidas por empresas. Um exemplo são as bandejas prontas para colocação na cobertura.

 

Por Deisy de Assis da Fecomercio

 

Quer um orçamento para seu telhado ver? Clique Aqui!

Deixe seu comentário: