Boom Festival

Boom Festival é um festival bienal de cultura visionária realizado em Portugal durante a lua cheia de Agosto. Iniciou-se em 1997 enquanto evento musical, mas evoluiu ao longo de suas edições para uma celebração da cultura alternativa regado de muita sustentabilidade. Hoje, o Boom é um festival multidisciplinar, transgeracional e intercultural.

Em 2004, o Boom começou a desenvolver projetos para se tornar totalmente auto-sustentável, de forma que não contaminasse a natureza e educasse para a consciência ecológica. As práticas sustentáveis incluem desenvolvimento de casas de banho que não usam químicos, o tratamento das águas do festival através de biotécnologias, a utilização de energias solar e eólica, a reciclagem, a organização do espaço segundo os princípios da permacultura e o fornecimento gratuito de kits de limpeza aos participantes, como cinzeiros de bolso e sacos de lixo.

O festival também é independente ao sistema comercial. Ao contrário do que acontece no mundo do entretenimento, o festival não aceita qualquer patrocínio comercial, de modo que mantém seu espaço livre de poluição visual advinda de logotipos. A ética do Boom assenta num clima de contato com a natureza onde o público está defendido de qualquer estratégia de marketing.

Em 2010 o festival foi convidado pela ONU a fazer parte do projeto United Nations Environmental and Music Stakeholder Initiative, que visa promover a consciência ambiental junto do grande público.

Considerado por um júri como o melhor festival da Europa na área de ambiente. O Boom Festival é o único festival português com prémios internacionais, nomeadamente na área ambiental:

European Festival Award 2010 – Green’n’Clean Festival of the Year
Greener Festival Award Outstanding 2008
Greener Festival Award Outstanding 2010

 

 

Deixe seu comentário: