Ar condicionado ecoeficiente nos edifícios de Toronto.

Desde 2003, o governo de Toronto e a companhia Enwave Energy instalaram na metrópole canadense um sistema de dutos que interligam os aparelhos de ar condicionado dos arranha-céus da cidade à água do fundo do lago que já está gelada o suficiente para refrigerar muitos escritórios da cidade.

Alguns dos benefícios para a cidade são:

– Redução do consumo de energia em até 90% em comparação ao sistema convencional.

– Redução das emissões de dióxido de carbono

– Melhoria do abastecimento de água, utilizando tubos de novas admissões de águas mais profundas

– Investimento em uma empresa em que a cidade é acionista

Como funciona o sistema:

Os 3 tubos Enwave sugam a água a 4ºC de uma distância de 5 quilômetros da costa do Lago Ontário, a uma profundidade de 83 metros abaixo da superfície. Então a água fria segue um percurso até a Estação da Cidade, onde trocadores de calor facilitam a transferência de energia entre a água do lago e o sistema de abastecimento de água gelada em circuito fechado da Enwave.

Depois de usada pelo circuito fechado da Enwave a água é introduzida no sistema de abastecimento de água da cidade. Ou seja, a Enwave não vende a água, ela apenas oferece um sistema de ar condicionado alternativo ao convencional.

Exemplos:

Um dos edifícios que tem o sistema implantado desde 2006 é o Metro Hall, em Toronto, com 27 andares de escritórios. O consumo de energia dele será reduzido em 3 milhões de quilowatts/hora/ano e 732 toneladas/ano a menos de emissão de CO2 – o equivalente a tirar 160 carros fora das ruas.

Ecoeficiencia em números:

– Redução do Consumo de energia em 3.000.000 de quilowatts/hora/ano. A Energia economizada é suficiente para abastecer 300 casas.

-Redução no consumo de água de torres de resfriamento de 4.400m3/ano.

– Redução de gases de Efeito Estufa: Dióxido de Carbono 732 toneladas/ano, o equivalente a 160 carros.

Via Toronto.ca

Deixe seu comentário: